wanderley-santos

Conversa de Bolso com Wanderley Santos

Em tempos efêmeros tudo o que mais queremos são produtos líquidos, que nos permitam absorver sua essência e filtrar algo positivo para nossa vida. Pensando nisto e inspirado nas revistas para o público adolescente da década de 90, resolvi criar uma maneira de trazer até vocês um conteúdo sucinto, em forma de entrevista, lhes dando a oportunidade de conhecer um pouco do universo de personalidades típicas de nossa região.

Para a estreia escolhi um jovem filho de Sorveteiro e Dona de Casa, religioso e artista, hoje bacharel em Engenharia Civil. Atuante na área e, posso afirmar, faminto por mais descobertas e vivências, Wanderley Santos exprime suas realizações com um olhar que sorrir ao falar, evidenciando suas projeções, nos assegurando que realmente estamos diante de um profissional com uma carreira promissora, moldurada por sua empatia e religiosidade, quando no futuro poderemos ver muitos de qualquer camada social vir a desfrutar de seus trabalhos.

Esta conversa que tivemos é literalmente para você levar no bolso de seu coração, espero que lhe inspirando a, assim como meu convidado, realizar seus sonhos e se tornar um ser realizado futuramente.

Em que consiste a profissão de Engenheiro Civil e quais áreas abrange?

Consiste em ter uma qualificação técnica e crítica, mais aprimorada, uma paixão por ciências exatas e aptidão por solucionar problemas. As principais áreas abrangentes são Construção Civil, Geotecnia, Hidráulica, Tráfego, Transportes, Estradas, Perícia, Materiais de Construção, Cálculo Estrutural, Saneamento e Segurança do Trabalho.  

Porque você escolheu esta profissão?

Esta foi uma escolha tomada desde antes do Ensino Médio, onde eu sempre lembrava de conversas que tinha com meu avô, quando ele me dizia que eu seria médico e nesta época da minha infância o que eu dizia era que seria um engenheiro. Ao adentrar no Ensino Médio e percorrer este universo, entre pesquisas e a evolução do meu curso, foi que realmente decidi me tornar Engenheiro Civil. A verdade é que fui de um polo a outro, pois minha primeira experiência com o vestibular foi frustrante, mas, na segunda foi tão libertadora que pude, de fato, concluir o curso e hoje me ver realizado.

Que avaliação você faz do início da sua luta para ingressar no mercado de trabalho?

Considerando que o elo com o mercado veio em um momento difícil para a humanidade, é justamente neste período que pude perceber a importância da fase extra faculdade, onde o profissional precise buscar constantemente qualificações técnicas e práticas que possam agregar seu âmbito profissional. Durante o processo de minha graduação, já ingressei na Pós Graduação de Gerenciamento da Construção Civil e está em curso minha segunda Pós Graduação em Engenharia de Segurança do Trabalho. Acredito que estas experiências me trarão benefícios profissionais a médio prazo, o que me abrirá oportunidades mais ambiciosas no futuro. 

Seu trabalho é direcionado somente para gente rica?

Muitas pessoas assimilam a Engenharia Civil a uma profissão que gera valores salariais muito altos, porém, independente de qualquer classe social, esta profissão pode sim ser solicitada por quaisquer indivíduos que gozem, além de estratégias de como desenhar seus desejos, de condições, digamos, equilibradas financeiramente, pois sabemos que todo projeto, do menor ao maior, depende, em parte, de organização, o que significa que qualquer indivíduo organizado pode solicitar e desfrutar dos serviços de engenharia.   

Que barreiras você precisará vencer para se firmar como Engenheiro Civil?

Eu acredito que seja comum, talvez, até aceitável, um acadêmico ao término de seu curso, já ansiar o sucesso e reconhecimento. No meu caso, a principal barreira a vencer é a questão do tempo e conseguir agregar mais qualificações dentro de um período que, de forma gradativa, me traga retorno, tanto de inclusão no mercado, como do esperado reconhecimento e consequentemente na conjuntura de todas estas etapas, o almejado sucesso.  

Deixe uma mensagem de motivação para jovens que, assim como você, sonham em concluir uma faculdade no futuro.               

O que aprendi é que sonhos não se realizam sozinhos e não dar para acreditar que as coisas caem do céu fácil. O caminho é, a partir do seu sonho, primeiro verdadeiramente acredite, segunde vá a luta, estude, firme o hábito de estudar e, diante de momentos difíceis como o estresse, ou as crises de desistência, lute, pois lutar contra o negativismo é a maior arma que nos leva a realização dos nossos sonhos. Lembrem-se, parte da vitória é o processo que nos leva até ela.

Wanderley Santos
Engenheiro Civil 

Contato: (88) 9 9202 4982

11 respostas

  1. Cara parabéns!!! De verdade você merece muito mais…Sei que é apenas o início de uma carreira cheia de sucessos

  2. Mandou bem Wanderley! Está de parabéns pelo seu profissionalismo, o qual tenho certeza que terá reconhecimento a altura e você conseguirá tudo que almeja!

  3. Acreditou no seu sonho, enfrentou dificuldades e continua buscando crescimento investindo nas pesquisas e valorizando o estudo. É sem dúvida um profissional competente e inovador, pois ama o que faz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Parceiros